5° Fórum de Economia da Fundação Getulio Vargas

Baixe os anexos

Data: 
15/09/2008, 08:00 - 16/09/2008, 17:30
Programação: 

15 de setembro

08:00 - 08:30 Credenciamento
08:30 - 9:00 Abertura

Coordenador do Fórum – Luiz Carlos Bresser-Pereira
Presidente do IEDI - Josué Christiano Gomes da Silva
Presidente Força Sindical – Paulo Pereira da Silva
Presidente da CUT – Artur Henrique da Silva Santos
Presidente da FIESP – Paulo Skaf
Presidente da Fundação Getulio Vargas – Carlos Ivan Simonsen Leal
Ministro da Fazenda – Guido Mantega

09:30 - 10:00 Palestra: Ministro Guido Mantega
10:00 - 10:15 Coffee-break
10:15 - 12:45 1º Painel – Resposta brasileira à crise financeira externa

Apesar de a taxa de juros haver baixado pouco e a taxa de câmbio haver se apreciado, o preço das commodities está sustentando as exportações enquanto a política de distribuição de renda está ajudando a manter o mercado interno. Existe, porém, uma crise financeira internacional.
Quais as respostas que o Brasil está dando e deverá dar a essa crise?
Presidente da Mesa: João Guilherme Sabino Ometto
Expositores: Yoshiaki Nakano e Paulo Gala, Carlos Antonio Rocca, José Luís Oreiro.
Debatedores: José Roberto Ermírio de Moraes, Eliana Cardoso, Ricardo Carneiro

12:45 - 14:30 Almoço
14:30 - 17:30 2º Painel – Investimento e mercado interno

A taxa de investimento apresentou modesto aumento nos últimos anos, não obstante tenha havido aumento das exportações e do mercado interno. O que dificulta um crescimento mais sustentado dessa taxa? Para keynesianos, para os quais os investimentos determinam a poupança, seria a falta de oportunidades de investimento decorrente de falta de demanda para exportações (devido à taxa de câmbio sobre-apreciada) e a falta de demanda interna. Para neoclássicos, o consumo excessivo e portanto a falta de poupança. O que dizem os dados a respeito do problema?
Presidente da Mesa: Luiza Helena Trajano
Expositores: Luciano Coutinho, Régis Bonelli, David Kupfer, Clemente Ganz
Debatedores: Julio Sérgio Gomes de Almeida, Márcio Holland, Rogério Mori, Paulo Rabello de Castro

16 de setembro

09:30 - 12:30 3º Painel –Empresa nacional e estratégia de desenvolvimento
O desenvolvimento de um país depende da existência de uma estratégia nacional de desenvolvimento que, do lado da oferta, crie condições para o aumento da produção e da produtividade, e, do lado demanda, crie oportunidades para investimentos lucrativos. Do lado da oferta, além do PAC, como o governo pode tomar a iniciativa de envolver mais fortemente as empresas nacionais na definição e implementação dessa estratégia?
Presidente da Mesa: Paulo Cunha
Expositores: Ministra Dilma Rousseff, Benjamin Steinbruch, Fábio Erber, Luiz Carlos Bresser-Pereira
Debatedores: Paulo Francini, Airton G. Santos, Gesner de Oliveira, Brasilio Sallum, Guilherme Dias
12:30 - 14:00 Almoço
14:00 - 17:00 4º Painel – Câmbio: risco ou oportunidade?
No Fórum de 2007 discutimos o problema da doença holandesa. Depois disso, a produção industrial e exportação de manufaturados aumentaram. Isto significa que não há problema em relação ao câmbio, ou, então, apesar do aumento da produção, está havendo desindustrialização? É legítimo pensar na apreciação do câmbio como uma oportunidade a mais de desenvolvimento?
Presidente da Mesa: David Feffer
Expositores: Ministro Miguel Jorge, Antonio Delfim Netto, Luiz Fernando de Paula, Samuel Pessoa, Edgard Pereira
Debatedores: André Rebelo, Paulo Gala, Antonio Corrêa de Lacerda
17:00 - 17:30 Encerramento

Luiz Carlos Bresser-Pereira

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede