2982 - Mestrado Profissional em Agronegócio
Mantenha-me informado sobre o próximo processo de inscrição.
  • Sobre o Curso

    Sobre o curso

    • O Mestrado Profissional em Agronegócio (MPAGRO) é um curso stricto sensu autorizado pela CAPES e faz parte do Programa de Mestrado Profissional da Escola de Economia de São Paulo, em associação com professores da EMBRAPA e da ESALQ-USP. O curso objetiva contribuir de forma decisiva para a formação de profissionais com conhecimento específico para gerir com competência as empresas do agronegócio e da agroenergia.

  • Objetivo

    Objetivo do curso

    • Mestrado Profissional em Agronegócio (MPAGRO) tem como objetivo qualificar profissionais para atuarem em cargos de decisão nas cadeias de produção e comercialização do agronegócio. O curso é o único mestrado profissional do país no tema, e fornece uma formação multi e interdisciplinar fundamentada em tecnologia agropecuária, agroindustrial, econômica e gerencial. Para tal, o curso une as forças de três instituições reconhecidas pela suas excelências, a FGV, a ESALQ/USP e a EMBRAPA.

      O curso foi criado em 2008 motivado pela visível necessidade de formação de gestores para o setor e de lideranças capazes de responder aos desafios e oportunidades de crescimento das cadeias de alimentos, fibras e biocombustíveis no Brasil. O projeto de criação do curso surgiu de uma iniciativa de três personalidades com ativa atuação no agronegócio brasileiro: o Dr. Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getulio Vargas e ex-ministro da Agricultura e Pecuária; o Prof. Dr. José Roberto Postali Parra, Professor Titular da ESALQ/USP e então Diretor daquela escola; e o Dr. Silvio Crestana, então Diretor-Presidente da EMBRAPA.

      O curso foi criado desde a sua concepção como uma parceria dessas três instituições, de forma a preparar profissionais com conhecimentos técnicos atualizados e abrangentes sobre a produção agropecuária, com entendimento dos aspectos econômicos e do funcionamento dos mercados do setor, bem como domínio de modernas ferramentas de gestão produtiva e econômica. 

       

  • Público

    Público-Alvo

    • O Mestrado Profissional em Agronegócio (MPAGRO) destina-se a profissionais que buscam aprofundar seus estudos e conhecimentos e qualificar-se para a gestão e administração de empresas direta ou indiretamente ligadas ao Agronegócio e à Agroenergia.

      O MPAGRO proporciona sólida formação teórica e aplicada, com ênfase na compreensão da realidade brasileira e das profundas mudanças impostas pelo intenso desenvolvimento tecnológico e da produção no Agronegócio, bem como pela busca de alternativas para a energia baseada nos combustíveis fósseis. Por esse motivo, o curso é indicado para quem deseja aprimorar sua capacidade analítica e de tomada de decisão, sem necessariamente, pretensão de seguir uma carreira acadêmica, muito embora o curso os habilite para tal.

      Entre as empresas de atuação dos alunos e ex-alunos do MPAGRO pode-se citar: Vale, Basf, Bayer, Syngenta, Monsanto, COSAN, Centro de Tecnologia Canavieira, Bunge, Cargill, Dedini, Abengoa, Copersucar,  Datagro, Céleres Consultoria, Associação Nacional para Difusão de Adubos, Accenture do Brasil, Banco do Brasil, Banco Pine, Price Waterhouse Coopers, Petrobras, CETESB, entre várias outras.

      CARACTERÍSTICAS DO PERFIL DO ALUNO

      Os alunos ingressantes no MPAGRO são profissionais geralmente já inseridos no mercado de trabalho, com experiência relevante em diferentes áreas relacionadas.

      alunos_agro.png

      FORMAÇÃO

      formacao_agro.png

      CARGO OCUPADO QUANDO DO INGRESSO NO CURSO

      cargo_agro.png

  • Investimento

    Valor do curso

    • Consulte mais informações no edital. Acesse

      A FGV disponibiliza descontos ressarcíveis, na forma de financiamento, de 20% a 80% do valor da mensalidade. Os descontos devem ser ressarcidos pelo aluno a partir do 30º (trigésimo) mês após o ingresso no curso, corrigidos apenas pela inflação (IGP-M). Os descontos são oferecidos de acordo com critérios de renda, mediante solicitação do aluno, análise e aprovação pelo setor financeiro. Mais informações, clique aqui.

  • Estrutura do Curso

    • O curso tem a duração de dois anos, sendo o ano letivo organizado em três trimestres.

      A fase curricular consiste em cinco trimestres, em que são cursadas 15 disciplinas (12 obrigatórias comuns e 3 eletivas), mais uma disciplina de seminário de dissertação, enquanto a fase de elaboração da dissertação ocupa o último trimestre.

      As aulas são quinzenais, às sextas-feiras (noite) e sábados (manhã e tarde). 

       

    • Disciplina

      Semestre

      Carga Horária

      Fundamentos de Agronomia

      No nivelamento de agronomia, os alunos entram em contato com o conteúdo mais fundamental de fitotecnia. Este conteúdo nivela os alunos para as disciplinas do curso mais associadas à agronomia.

      -

      Fundamentos de Economia

      No nivelamento de economia, é apresentado aos alunos os conteúdos fundamentais de microeconomia (como trade-off, custos de oportunidade, incentivos, curvas de oferta e demanda, bem como elasticidades) e de macroeconomia (PIB, inflação e mercado de trabalho, bem como a interação dessas variáveis com o universo agro). Ambos os conteúdos serão aprofundados nas respectivas disciplinas de microeconomia e de macroeconomia.

      -

      Fundamentos de Matemática

      No nivelamento de matemática, é abordado o conteúdo básico de um clássico curso de Cálculo I, ou seja, há uma revisão de funções, limites, derivadas e integrais. As técnicas de Cálculo I serão utilizadas em diversas disciplinas ao longo do mestrado.

      -

      Fundamentos de Estatística

      O nivelamento de estatística compreende o conteúdo de estatística básica (como tipo de dados, medidas de tendência central, medidas de dispersão) e de inferência estatística (amostra, estimador, estimativa, intervalo de confiança e teste de hipóteses). Este conteúdo prepara os alunos para a sequência de disciplinas de métodos quantitativos, modelos de previsão e modelagem.

      -

      Disciplina

      Semestre

      Carga Horária

      Fitotecnia e Modelagem

      A disciplina de Fitotecnia e Modelagem aprofunda o conteúdo visto no nivelamento de agronomia incluindo a fundamentação teórica e a modelagem para a definição de produtividade potencial sem ou com estresses abiótico e biótico. Nessa direção também é abordado o planejamento das atividades agrícolas do plantio à colheita, considerando adequação ambiental e sustentabilidade, bem como as características varietais associadas ao manejo.

      -

      30 horas

      Microeconomia

      A disciplina de Microeconomia tem o propósito de apresentar os conceitos e as ferramentas microeconômicas de maior aplicação ao agronegócio, seja para a análise de mercados, seja para a proposição de estratégias empresariais e de políticas públicas. Em se tratando de um corpo de conhecimentos muito abrangente, foram selecionados tópicos cujo domínio por parte de lideranças do agronegócio, é relevante, senão indispensável, às suas atividades.

      -

      30 horas

      Métodos Quantitativos

      A disciplina de Métodos Quantitativos apresenta ao alunos os principais conceitos teóricos e as técnicas práticas relacionados à inferência e à análise econométrica, como especificação, estimação, avaliação e interpretação dos modelos de regressão linear. Nessa disciplina é introduzido os conceitos de programação em software econométrico.

      -

      30 horas

      Ferramentas de Gestão do Agronegócio

      A viabilidade técnica e econômica de empreendimentos de produção agropecuária é função da qualidade do planejamento do processo produtivo, envolvendo diferentes escalas espaço-temporais. Nessa direção, a disciplina de Ferramentas de Gestão do Agronegócio aborda o planejamento, monitoramento da produção agrícola e a estimativa dos riscos de perdas associados à viabilidade da produção agropecuária. Para cumprir esses objetivos, os alunos trabalham com conceitos sobre a variabilidade climática e sua influência sobre a produção agropecuária, o uso do sensoriamento remoto e de sistemas de informação geográfica, modelagem do crescimento de plantas e zoneamento agrícola do Brasil. Por fim, dada a relevância do tema, a questão das mudanças climáticas globais também é discutida na disciplina.

      -

      30 horas

      Macroeconomia

      A disciplina de Macroeconomia tem como objetivo apresentar para os alunos as "pontes" que conectam as variáveis e as políticas macroeconômicos com os mercados agrícolas. Em outras palavras, os alunos compreendem de que forma a conjuntura macroeconômica, tanto doméstica quanto internacional, influenciam a dinâmicas dos mercados agropecuários. Naturalmente, dada a dimensão do agronegócio para a economia brasileira, também é discutido como os movimentos dos mercados agrícolas influenciam a dinâmicas das variáveis macroeconômicas nacionais.

      -

      30 horas

      Métodos de Previsão em Economia

      Na disciplina de Métodos de Previsão, os alunos aprendem a estimar modelos de previsão mais adequados para as variáveis associadas aos mercados do agronegócio. Assim como na disciplina de Métodos Quantitativos, os alunos também aprofundam suas habilidades na programação de modelos e sistemas utilizando software econométrico.

      -

      30 horas

      Produção e Desafios Fitossanitários

      Na disciplina de Produção e Desafios Fitossanitários, os alunos entram em contato com alternativas de controle de pragas, doenças e plantas daninhas utilizando modernas técnicas de monitoramento e controle em direção a uma agricultura sustentável. A disciplina tem como foco as principais culturas, com especial destaque para cana-de-açúcar e grãos de um modo geral.

      -

      30 horas

      Finanças I

      Na disciplina de Finanças I, os alunos são apresentados aos conceitos, métricas e ferramentas para determinar a estrutura de valor de uma empresa (naturalmente, um estabelecimento agropecuário é tratado como uma empresa, respeitando suas particularidades), incluindo a estrutura ótima de capital, a determinação do nível de endividamento de longo prazo e a relação entre proprietários e credores. Por fim, também são trabalhadas técnicas de planejamento financeiro, gestão de crédito e contas a receber, gestão de tesouraria e caixa e gestão de estoques.

      -

      30 horas

      Fontes de Agroenergia

      A viabilidade da produção de biocombustíveis depende da produção sustentável das matérias primas, nos aspectos econômicos, sociais e ambientais. Nesta disciplina serão abordados conceitos gerais sobre as matérias primas produtoras de açúcares simples, amidos e material lignocelulósicos para produção de etanol; oleaginosas tradicionais e potenciais para produção de energia; florestas energéticas e aproveitamento de matérias primas seguindo o conceito de biorrefinarias.

      -

      30 horas

      Gestão de Riscos no Agronegócio

      Na disciplina de Gestão de Riscos no Agronegócio são discutidas as ferramentas necessárias para que se estabeleça um processo de gerenciamento de riscos de mercado para empresas e para as unidades produtivas do agronegócio. Para tanto, serão apresentados: a) os fundamentos dos principais derivativos utilizados para fins de hedge no agronegócio; b) as principais estratégias de hedge nos mercados de câmbio, taxa de juros, commodities agrícolas; c) as principais técnicas de obtenção de métricas de controle (EaR, CFaR, VaR etc.); d) o conceito de administração integrada de riscos.

      -

      30 horas

      Finanças II

      A essência da disciplina de Finanças II e capacitar os alunos a avaliar a viabilidade econômica de projetos e a realizar o valuation de uma empresa ou de uma unidade produtiva no agronegócio. Nessa direção, discute-se a aplica-se conceitos como fluxo de caixa descontado, risco e valor do dinheiro no tempo, relação rentabilidade e risco, bem como os modelos de Markowitz e CAPM.

      -

      30 horas

      Logística no Agronegócio

      Nesta disciplina serão abordados os conceitos e as ferramentas da Logística Empresarial e Gestão de Cadeias de Suprimentos com ênfase em cadeias produtivas do agronegócio. Por meio da exposição interativa de conteúdo, estudos de caso e dinâmicas, capacita-se o aluno para a realização de diagnósticos e otimização de sistemas logísticos e desenvolve-se a capacidade de análise holística das cadeias de suprimento agroindustriais, bem como, a discussão de assuntos de fronteira na área do conhecimento científico da logística para fins de auxiliar o discente na elaboração de aplicações.

      -

      30 horas

      Disciplina

      Semestre

      Carga Horária

      Genômica e Biossegurança

      Genômica e Biossegurança Bases moleculares das células e dos mecanismos genéticos: evolução da célula eucarionte, desenvolvimento e diferenciação, perspectiva genômica da evolução, ácidos nucléicos, organização gênica em plantas, fluxo da informação (transcrição e tradução), código genético. Genética e genômica da cana-de-açúcar: genômica funcional (identificando genes e rotas metabólicas de interesse). Perspectivas da cultura da cana na era pós-genômica. Plantas transgênicas e Biossegurança: obtenção e uso. Biossegurança, estudos de caso e o marco regulatório no país.

      -

      30 horas

      Aspectos Ambientais de Unidades de Produção

      Objetivo desta disciplina é abordar os principais aspectos ambientais envolvidos na implantação, operação e monitoramento de unidades de produção agroenergéticas. A disciplina compreende os seguintes módulos: 1) Adequação Ambiental de Unidades de Produção com Ênfase para a Restauração de Áreas Degradadas. 2) Impactos Ambientais. 3) Legislação Ambiental para Empreendimentos em Agroenergia. 4) Certificação e acesso a mercados.

      -

      30 horas

      Modelagem, Simulação e Desenho de Cenários para o Agronegócio

      O objetivo da disciplina de Modelagem, Simulação e Desenho de Cenários para o Agronegócio é aprofundar o conhecimento dos alunos em econometria e fornecer detalhes adicionais a respeito de como lidar com problemas, desafios e limitações que, com muita frequência, analistas e pesquisadores se defrontam ao trabalharem com dados reais usualmente disponíveis sobre o agronegócio brasileiro. Limitações como amostras pequenas, dados faltantes, proxies não muito representativas, dados com frequências distintas ou disponíveis apenas para um conjunto de agentes, produtos ou regiões. No entanto, como, em geral, estão disponíveis dados sobre o mesmo objeto (preço, produção, etc.) para diferentes regiões, abre-se a possibilidade de usar dados em painel que permitem superar algumas das limitações anteriores. Logo, os modelos de painel também serão explorados.

      -

      30 horas

      Estratégia e Competitividade do Agronegócio

      O objetivo da disciplina de Estratégia e Competitividade do Agronegócio é fornecer aos alunos ferramentas analíticas que os permitam analisar a competitividade de empresas e setores, bem como formular estratégias. Para tanto, a disciplina inclui as análises tradicionais de concorrência, como barreiras à entrada e discriminação de preços, assim como da coordenação horizontal e vertical, da configuração das firmas e de trajetórias tecnológicas. O conhecimento das estruturas de mercados e das firmas é o fundamento para o desenho de estratégias empresariais e das políticas industriais e de defesa da concorrência.

      -

      30 horas

      Florestas Energéticas

      Aspectos estratégicos do uso de madeira para energia. Características da madeira e uso energético. Pré-processamentos da madeira para energia. Conceitos básicos sobre a ação do calor na madeira. Produtos e derivados termoquímicos da madeira. Combustão, torrefação e carbonização da madeira. Carvão vegetal, co-produtos e sub-produtos. Carvão vegetal e siderurgia.

      -

      30 horas

      Mudanças Climáticas e Mercado de Energia

      Mudanças Climáticas: Noções de tempo e clima, Atmosfera e gases de efeito estufa-evolução no tempo, Quantificação da emissão e sequestro de gases de efeito estufa pela agricultura metodologia de cálculo, Desenvolvimento e evolução dos modelos do IPCC -Análise de tendencias e incertezas, Cenários das mudanças climáticas no Brasil - Energia, Recursos Hiídricos e Agricultura, Impacto das mudanças climáticas nas culturas energéticas: exemplificação para Cana de açúcar, Mamona, Dende, Algodão, Soja, Amendoim, canola, girassol, Bases para mitigação de gases de efeito estufa e importancia da agronergia.

      Mercado de Energia: Matriz de Energia, Ambiente comercial da agroenergia: biodiesel, etanol, florestas energéticas e resíduos agroflorestais, Potencial e perspectivas para negócios em agroenergia, Mercado de Crédito de Carbono e a agroenergia. Potencial e perspectivas para negócios no Mercado de Crédito de Carbono envolvendo agroenergia.

      -

      30 horas

      Tecnologias de Bioenergia e Biocombustíveis

      Na disciplina de Tecnologias de Bioenergia e Biocombustíveis, os alunos entram em contato com as tecnologias e os processos de produção de biocombustíveis e de geração de bioenergia, eficiência de conversão e uso de biocombustíveis como etanol, biodiesel, biogás, pellets e briquetes. Nessa direção, também são abordados temas associados ao conhecimento atual e perspectivas futuras de desenvolvimento de novos processos mais eficientes de conversão de biomassa e coprodutos no campo da agroenergia. Por fim, também é discutida a evolução da Bioeconomia e da Economia Circular no Brasil e no mundo.

      -

      30 horas

      Risco, Planejamento e Decisão no Agronegócio

      Construir métodos que permitam ao profissional identificar cadeias lógicas dedecisão para atuar em escala local e municipal com o propósito de formular estratégias de empreendimento no agronegócio. Na primeira etapa, o aluno tomará conhecimento dos fundamentos e ferramentas de análise para, em seguida, construir modelos baseados em dados e informações reais (por exemplo, cana, milho, soja, de um lado, e riscos climáticos e econômico-financeiros, de outro) e formular as bases de um plano.

      -

      30 horas

      Tecnologia do Álcool Etílico

      O conteúdo programático da disciplina permite ao pós-graduando estudar o processo de produção de álcool combustível desde as características das matérias primas até a geração de produtos e co-produtos, passando pelo manejo dos agentes de fermentação e dos equipamentos industriais, bem como levantamento dos principais problemas do setor, base para pesquisa e desenvolvimento. As destilarias de álcool não podem mais serem consideradas apenas produtoras de etanol, mais sim, devem ser vistas como bio-refinarias,com geração de diversos produtos e serviços advindos do processamento da cana para a produção de biocombustíveis. Estima-se que em 2030 a produção de cana-de-açúcar no Brasil seja de 2 bilhões de toneladas (atualmente é de 570 milhões de toneladas) e a produção de etanol atinja 100 bilhões de litros, dos quais, no mínimo, 70% deste total deva ser exportado para países que já estão objetivando políticas de utilização de fontes de energia renováveis em suas matrizes energéticas automotivas, tais como, Japão,Estados Unidos, China e países da União Européia.

      -

      30 horas

      Finanças e o Desenvolvimento Sustentável

      O objetivo da disciplina de Finanças e o Desenvolvimento Sustentável é contribuir para que os profissionais envolvidos com a área de finanças ampliem seus conhecimentos acerca da relação entre sustentabilidade e finanças. Essa disciplina analisará como se dá a relação entre sustentabilidade e o sistema financeiro, em suas atividades de empréstimos bancários e mercado de investimentos. O curso combina forte ênfase em conteúdo conceitual - para que os participantes desenvolvam uma visão crítica dos temas trabalhados- com discussões sobre o estado da arte das finanças sustentáveis no Brasil e no mundo, com discussões específicas sobre o agronegócio.

      -

      30 horas

      Disciplina

      Semestre

      Carga Horária

      Seminário de Dissertação

      Formatação e estrutura do projeto de pesquisa e da dissertação; Definição do problema de pesquisa, objetivos, contextualização, importância e justificativa; Revisão de literatura: objetivos, estrutura, síntese; Bases de dados; Metodologias quantitativas e qualitativas disponíveis nas áreas das ciências sociais aplicadas e das ciências agrárias; Apresentação de resultados e conclusões; Formatação e normas da ABNT, citações bibliográficas.

      -

Informações sobre o curso

Para quem é o curso

Destina-se a profissionais que buscam aprofundar seus estudos e qualificar-se para a gestão e administração de empresas e unidades produtivas direta ou indiretamente ligadas ao Agronegócio e à Agroenergia. 

 

Diferencial

Exclusividade: único mestrado profissional do país voltado para as lideranças que atuam ou que desejam atuar no agro brasileiro. 

Parceria

Único curso que conta com a parceira de três instituições de referência em suas respectivas áreas: FGV, ESALQ-USP e EMBRAPA.

Trajetória Acadêmica

Habilitação para (i) atuar em atividades acadêmicas, inclusive prosseguir os estudos em um doutorado profissional ou acadêmico; (ii) lecionar, seja como atividade profissional principal ou complementar, especialmente em educação executiva; e ampliar as habilidades desejadas em profissionais que atuam em empresas de consultoria ou de pesquisa aplicada. 

Pesquisa

Acesso à pesquisa de ponta: o curso está associado ao FGV Agro, que é um centro de estudos de referência na produção e difusão de conhecimento técnico e de mercado em diversas áreas do agronegócio e da bioeconomia brasileiros: de políticas públicas à viabilidade de projetos empresariais; da produção de grãos e pecuária a biocombustíveis e sistema integrados. 

Horários

Aulas são quinzenais.

Sextas (das 18:30 às 22:50)

Sábados (das 08:00 às 18:00)

Duração

24 meses 

Título concedido

Mestre em Agronegócio 

Quer receber mais informações sobre Mestrado Profissional em Agronegócio?

Receba o material do curso e atualizações de inscrições e informações.

Participe do encontro com a coordenação

Atualmente não há eventos programados.

Avise-me

Professores

Vídeo do coordenador

Felippe Serigati, coordenador do curso, fala sobre o único Mestrado Profissional em Agronegócio do país.

Vídeos do curso

Conheça mais sobre o curso

  • GRADE E CORPO DOCENTE

  • Normas e Regimentos

  • Dissertações

  • Contato

Receba as notícias da FGV EESP

A A A
Alto contraste

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.