A ESCOLA DE ECONOMIA DE SÃO PAULO

A Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EESP), é um centro de excelência na geração e transmissão do saber econômico. Seu objetivo é desenvolver um ambiente de aprendizagem e de debate público orientado pelo interesse nacional, contribuindo para a formação de uma elite intelectual e dirigente do País.

Organização orientada pela ética e pela responsabilidade social, a FGV EESP se propõe a influenciar a elaboração da agenda nacional, tendo como perspectiva o desenvolvimento econômico sustentado com eqüidade.

 

foto_173.jpg

  • A FGV EESP

    A FGV EESP

    • Para cumprir sua missão, a FGV EESP garante a seus integrantes liberdade intelectual e estímulo ao pluralismo, sempre recrutando talentos que garantam a excelência e o seu permanente aprimoramento.

      A atuação da FGV EESP é norteada pelo princípio da competição no mercado. Internamente, imperam a cooperação e a qualidade total, aliadas a uma busca contínua de inovação e aperfeiçoamento do modelo de gestão educacional. 

      A Escola de Economia iniciou as atividades de seu curso de graduação em 2004. Antes disso, as atividades de graduação da Fundação Getulio Vargas, em São Paulo, concentravam-se nas áreas de administração de empresas privadas e públicas.

      Entretanto, desde os anos 80, a FGV já oferecia cursos de pós-graduação em economia na FGV EAESP. Assim, visando ampliar sua área de atuação, criou a Escola de Economia de São Paulo, contemplando o curso de graduação, os cursos de pós-graduação acadêmica e profissional, de educação continuada e de especialização em economia.

  • Missão

    A Missão da FGV EESP

    • Ao criar a Escola de Economia de São Paulo, a FGV teve como objetivo desenvolver um centro de excelência em ensino e pesquisa que contribuísse para o desenvolvimento econômico e social do país e para a busca da identidade nacional.

      A FGV EESP tem três pontos fundamentais como diretrizes:

      • Pensar o Brasil e contribuir para o desenvolvimento através do conhecimento da realidade brasileira e do fortalecimento da identidade nacional;

      • Contribuir para formar a elite intelectual e dirigente do país, pois não há nação rica sem intelectualidade própria e dirigentes esclarecidos e comprometidos com sua realidade; e
      • Participar e contribuir para a discussão e análise dos principais pontos da agenda nacional de desenvolvimento econômico e social.
  • Avaliações e Rankings

    Reconhecimentos

Nossa história

2003
2004
2007
2011
2013

Lançamento da Escola de Economia de São Paulo

Em 18 de agosto de 2003 acontece o lançamento da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas no Salão de Negociação (Pregão) da Bovespa. A Escola de Economia de São Paulo nasce do Departamento de Planejamento e Análise Econômica da Escola de Administração de Empresas, portanto com um corpo docente com experiência no ensino e pesquisa em economia, além de experiência prática, já que muitos deles têm ocupado cargos importantes no setor público e privado (Ministros, secretários de estado, presidentes e diretores de empresas e bancos).

1° Fórum de Economia da Fundação Getulio Vargas

O 1º Fórum de Economia contou com a parceria e apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo/ Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP/ CIESP), Central Única dos Trabalhadores (CUT), FORÇA SINDICAL (FS) e Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI). O Fórum se realizou nos dias 13 e 14 de setembro de 2004, em São Paulo, no Centro de Convenções do Hotel Paulista Plaza.

Colação de Grau da 1ª turma do curso de Graduação em Economia

Colação de Grau dos Formandos da 1ª Turma do curso de graduação em Economia, realizada em 27 de março de 2008 na Bovespa. 

1ª edição Economia para alunos do Ensino Médio

A 1ª Edição do curso Economia para alunos do Ensino Médio ocorreu nos dias 11 a 14 de abril de 2011 no auditório da Fundação Getulio Vargas, e contou com a presença de aproximadamente 500 alunos do ensino médio. O conteúdo foi ministrado pelo Professor Bernardo Guimarães, PhD. em Economia pela Yale University e autor dos livros “Economia sem Truques” e “Introdução à Economia” da Editora Campus.

1ª Turma do método PBL

Desde seu início, a FGV EESP tem como missão proporcionar um ambiente fértil e estimulante de aprendizagem, que permita que os estudantes incorporem o conhecimento de forma definitiva, ou seja, que sejam capazes de transpor este conhecimento para novos contextos,situações específicas ou na solução de problemas do mundo real. Para isso, adotamos uma metodologia de ensino, chamada PBL (Problem/Project Based Learning – Aprendizado Baseado em Problemas/Projetos). Neste modelo pedagógico, implantado em 2013, os tópicos do currículo são apresentados na forma de problemas concretos para proporcionar a aprendizagem teórica. Neste processo de aprendizagem, o alunoativamente “reinventa conceitos modelos e teorias”, sempre gerais e abstratos, de forma que possam ser aplicados à realidade, sempre específica.

Infraestrutura FGV EESP

A FGV EESP

Conheça mais sobre a FGV EESP

  • Instalações

Where

Get the news from FGV EESP