FGV EESP e FGV EPGE conquistam o Prêmio de Melhores Teses da 5ª edição 2023 CAPES Elsevier

Neste contexto, o prêmio homenageia as instituições que contribuem para o desenvolvimento científico nacional e a FGV ocupou esse lugar. 

A Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP) e a Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE) conquistaram o Prêmio de Melhores Teses da 5ª edição 2023 do Prêmio CAPES – Elsevier. A Elsevier e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (CAPES/ MEC) realizaram a premiação no dia 5 de dezembro, na sede da CAPES, em Brasília.  

Foram premiados os seguintes trabalhos: 

• Luiz Felipe Fontes, aluno da FGV EESP, com a tese “Ensaios Empíricos sobre Capital Humano (Empirical Essays On Human Capital)”, orientado pelo professor Bruno Ferman. 
• Rafael de Araujo, aluno da FGV EPGE, com a tese “A Economia do Desmatamento na Amazônia: Causas, Consequências e Políticas para Detê-lo” (The Economics of Amazon Deforestation: Drivers, Consequence, and Policies to Stop it), orientado pelo professor Francisco da Costa. 

Os vencedores foram selecionados a partir de análises da produção científica e métricas extraídas da ferramenta SciVal, da Elsevier, que oferece acesso rápido e fácil aos resultados de pesquisas de mais de 20 mil instituições de 230 nações de todo o mundo. 

De acordo com dados da Elsevier, o Brasil ocupa o 14º lugar no ranking de países de maior produtividade científica. Neste contexto, o prêmio homenageia as instituições que contribuem para o desenvolvimento científico nacional e a FGV ocupou esse lugar. 

“Gostaria de expressar gratidão à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e à Elsevier pelo estabelecimento do Prêmio CAPES-Elsevier, que reconhece os esforços dos pesquisadores brasileiros em diversas áreas do conhecimento. Esse incentivo é fundamental para o desenvolvimento da ciência e tecnologia no país”, ressaltou o pró-reitor de Ensino Pesquisa e Pós-Graduação, professor Antonio Freitas. 

FGV EESP 
Em 2023, a FGV EESP celebrou 20 anos de existência e 10 anos do uso de metodologias ativas de aprendizado com o método chamado Problem Based Learning (PBL). Esta revolução pedagógica, aprimorada e ampliada ao longo dos anos, reflete nosso compromisso com a excelência e ethos de inovação.  

Estes esforços tem se mostrado eficazes em alcançar a excelência no ensino, na pesquisa e na formação de profissionais de destaque. Afinal, somos constantemente reconhecidos, seja por parte do Ministério da Educação (MEC), dos empregadores, ou nos rankings, nacionais e internacionais – nos quais a escola manteve consistentemente sua posição de liderança. 

Diferenciais: 

• Método de Aprendizado Ativo – PBL – Problem Based Learning
• Corpo docente  
• Currículos inovadores e flexíveis 
• Pesquisa e debate público  
• Campus virtual 
• Integração entre os cursos  
• Internacionalização 
 

Fonte: 
FGV
Data da publicação: 
11/12/2023
Compartilhe
Veja a lista completa de notícias

Receba as notícias da FGV EESP

A A A
Alto contraste

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.