Pilares de Apoio ao Estudante

Os pilares acompanharão os estudantes da FGV EESP em toda a sua jornada.

pilares_para_site_0.png

  • Acadêmico

    • A escolha de docentes segue o mais rigoroso processo de contratação. O perfil do corpo docente deve conter professores(as) dedicados(as) à pesquisa para trazer a fronteira do conhecimento acadêmico para a instituição, e docentes com experiência profissional tanto no setor privado quanto no setor público. Este mix de perfis garante a excelência no ensino e aprendizado nos cursos da FGV EESP.

      No curso de graduação você terá um currículo dividido em 3 partes:

      • Ciclo Básico e Formativo
      • Ênfases Profissionais
      • Eletivas

      Além dos(as) professores(as) vocês terão o apoio dos(as) Monitores(as) que devem ser "facilitadores(as)" e auxiliando os alunos em suas dúvidas em sessões específicas estabelecidas em datas e horários pelo professor(a). Você poderá ser um monitor a partir do 2º ano de curso, veja as informações no "Manual do(a) Monitor(a)".

      A coordenação, por sua vez, é responsável pela qualidade acadêmica do curso, avaliando o conteúdo programático de cada disciplina, acompanhando o desempenho dos(as) professores(as), estudantes e monitores(as). Nesse contexto, nunca deixe de responder o questionário de avaliação ao término de cada disciplina. Ele representa uma importante peça de informação para melhoria contínua do curso.

      NDE – Núcleo Docente Estruturante

      São atribuições do NDE o acompanhamento e contínua atualização do projeto pedagógico do curso. O NDE da EESP é constituído, conforme CI nº 03/2010 e alterada conforme CI 11/2021, pelo(a) Coordenador(a) do curso de Graduação, coordenação do NAPPE - profa. Priscilla Tavares, e professores Joelson Sampaio e João Paulo Pessoa, com mandato de 2 anos.

      CRD – Conselho de Representação Discente

      Fundado em 24/08/2008, o CRD tem por finalidade: a) ser um fórum legítimo de comunicação entre o corpo discente, o corpo docente, a Coordenação e a Diretoria da EESP; b) sugerir mudanças no curso de graduação em economia e em quaisquer aspectos relacionados ao andamento acadêmico do curso. O CRD é constituído por:

      a.    Representantes discentes, na proporção de cinco representantes por turma;

      b.    Professores(a)-tutores(a);

      c.     Coordenador(a) do curso de graduação;

      d.    Coordenador(a) Pedagógico da EESP;

      e.    Diretor(a) da EESP.

  • Pedagógico

    NAPPE Núcleo de Apoio Pedagógico e Pesquisa em Educação

    • O pilar de apoio pedagógico é feito pelo Núcleo de Apoio Pedagógico e Pesquisa em Educação (NAPPE), uma equipe coordenada pela Professora Priscilla Tavares, e que está presente na trajetória dos estudantes desde o 1º dia de aula. O NAPPE auxilia os calouros na adaptação com o ensino superior e com o método de ensino utilizado pela graduação da EESP , além de oferecer orientações a respeito da trajetória acadêmica e de carreira. A equipe do NAPPE também costuma dar dicas de organização de estudo e fazer a ponte pedagógica entre as percepções dos estudantes a respeito das disciplinas cursadas e a Coordenação do curso. 

      icone_nappe.png

      Transição para Ensino Superior:  Desde o primeiro dia de aula auxiliando os estudantes a se adaptarem ao Ensino Superior e ao método de ensino ativo utilizado pela escola.

      Decisões Acadêmicas: Auxiliando os jovens de forma individualizada e coletiva nas decisões acadêmicas como por exemplo: quais disciplinas cursar, qual ênfase do curso escolher, como conseguir oportunidades de iniciação científica ou de assistente de pesquisa ou como escolher professor orientador para a monografia.

      Contato Contínuo: O NAPPE oferece mentorias com professores, nas quais as(os) jovens podem tratar de forma individualizada as suas questões pedagógicas.

      Ouvindo as alunas e os alunos: São realizadas avaliações ao final de cada disciplina, grupos focais e eventos para discussão de temas específicos para ouvir a opinião das alunas e dos alunos sobre o andamento do curso.
       

      Perguntas Frequentes

      Qual é o método de ensino-aprendizagem adotado pela graduação da EESP?

      Adotamos o método Problem Based-Learning (PBL) que é um método ativo de ensino em que o conteúdo é trabalhado em pequenos grupos de estudantes e guiado por um professor altamente capacitado. No PBL, os estudantes têm autonomia para guiar seus próprios aprendizados e desenvolvem outras habilidades como cooperação e liderança. Assita o vídeo clicando aqui

      Nunca estudei em PBL. E agora?

      Tudo bem! A maior parte das escolas de Ensino Médio utilizam método tradicional de ensino, o famoso “giz e lousa”, então a maior parte dos seus colegas de turma também não terão muita experiência com métodos ativos de aprendizagem. O NAPPE é responsável pela organização da Semana de Integração – uma semana na qual você entenderá em detalhes todos os princípios do método. Vamos disponibilizar material de apoio e cursos assíncronos para você ter bastante contato com os aspectos teóricos do método e, claro, ofereceremos simulações para que você experiencie na prática o PBL, já no ambiente da sala de aula e um pouco antes do curso regular começar. 

      E se eu não me adaptar tão bem ao método? 

      Bom, se você estiver sentindo que não está rendendo tão bem quanto poderia e que está com dificuldades de se adaptar poderá contar com Mentorias do NAPPE. Temos alguns professores que ficam à disposição para conversas informais exatamente com esse propósito: te ajudar nessa transição do Ensino Médio para o Ensino Superior e na adaptação para o método ativo de aprendizagem. A maior parte dos nossos alunos se adaptam muito bem depois de um tempo de prática e com ajuda da nossa equipe essa transição pode ser ainda mais suave! 

      Como saber se fiz a escolha certa de curso?

      Novamente, nossas Mentorias podem te ajudar nisso. Os professores mentores se lembram bem de como foi a difícil escolha do curso de Economia e a sensação que tiveram nos primeiros anos de curso. Além disso, sabem o que o curso pode entregar, como será a experiência no mercado de trabalho, quais oportunidades se abrirão e como a dinâmica do curso muda ao longo do tempo. Conversar com esses professores pode te ajudar a saber se tomou a decisão correta de curso e se manter motivado nos estudos. Nada melhor do que saber o que está do lado de lá da semana de provas. 

      Já foi difícil escolher Economia, vai ser difícil escolher uma ênfase dentro do curso? 

      Você já deve saber que nossa graduação em Economia está dividida em quatro ênfases: Macroeconomia, Microeconomia, Engenharia Financeira e Economia Política. Caso não saiba, dê uma olhadinha aqui, esse é um grande diferencial da nossa Escola. Essa decisão acontece no 2º ano da graduação e muitos alunos têm dúvidas sobre qual ênfase seguir. A Escola oferece várias palestras e plantões de dúvida para auxiliá-los na escolha e o NAPPE estará também a disposição para auxiliar sua decisão individual – ponderando suas preferências presentes com suas ambições no futuro. Da mesma maneira, podemos ajudar com outras decisões como professor orientador de monografia ou iniciação científica, ou mesmo te orientando sobre decisões de carreira.

      O que fazer se uma disciplina ficar aquém das minhas expectativas?

      Você sempre terá um espaço para conversar com a Escola por meio das avaliações de final de disciplina. Nós do NAPPE somos responsáveis por essas pesquisas e elas são uma maneira de mantermos o material, professores e o curso como um todo sempre em suas melhores versões. Além das avaliações, quando necessário, organizamos grupos focais em que convidamos os estudantes para debater questões da grade, disciplinas específicas ou potenciais melhorias. O objetivo é fazer a ponte pedagógica entre os estudantes e a Coordenação do curso. 

       

      Equipe Nappe

      Amanda Arabage
      Gabriela Fonseca
      Mariah Mayumi Morikawa
      Natália Marchi
      Priscilla Tavares (Coordenação)
      Raone Costa

       

      Contato: 
      Se tiver alguma dúvida, nos envie um e-mail: nappe.eesp@fgv.br

  • Emocional

    Programa de formação profissional por meio do desenvolvimento de habilidades

    • O pilar de apoio emocional é feito pelo Skillslab - Programa de formação profissional por meio do desenvolvimento de habilidades, com uma equipe coordenada pela Profa. Dra. Karen Scavacini e que está presente com o aluno desde a integração. O POPE tem como objetivo o desenvolvimento de soft skills, aumento de resiliência frente aos desafios, apoio para necessidades individuais e grupais relacionadas as questões emocionais. 

      Tem como missão promover ao aluno à oportunidade do desenvolvimento integral e humano ao fortalecer suas habilidades emocionais e sociais, essenciais na preparação da sua vida profissional, social, familiar, construindo resiliência, autocuidado, autoconsciência, consciência social dentro dos princípios da educação e da atuação da Cidadania Global.  

      Perguntas Frequentes 

      Qual o conteúdo do Skillslab? 

      As atividades do Skillslab são abertas a todos os alunos da EESP, ainda que algumas tenham vagas limitadas. A maior parte das atividades são contabilizadas como horas de atividades complementares e são opcionais – ainda assim, vale ressaltar que acreditamos que essas atividades são muito importantes e que deveriam ser aproveitadas ao máximo pelos alunos. Além das atividades que valem horas complementares, que terão datas programadas para acontecerem, o Skillslab disponibiliza profissionais que ficam de plantão – online e presencial. O plantão é uma escuta ativa – um diálogo, portanto – sobre a necessidade que o aluno trouxer e os estressores específicos que estiver vivenciando.

      Que outras atividades do Skillslab oferece? 

      (i) Eventos em parceria com a Coordenação de Extensão com o objetivo de informar sobre a vida profissional.

      (ii) Dinâmicas de preparação para processos seletivos, para expor os estudantes a este tipo de dinâmica em um ambiente mais controlado e com menos pressão.

      (iii) Webnários com convidados de renome – evento transmitido pelo canal oficial da EESP e que promove bate-papos sobre temas de interesse, debatendo-os com profissionais convidados.

      (iv) Programa de Apoio aos Pares (A.P.O.I.A.R) é uma formação que ensina pessoas a identificarem e fazerem acolhimento e manejo adequado a pessoas em crise emocional e em risco de suicídio.

      Quais são os objetivos do Skillslab? 

      Promover a qualidade da vida acadêmica do aluno 

      Contribuir para uma melhor adaptação ao novo sistema de aprendizagem (PBL) 

      Apoiar o aluno na organização das atividades curriculares e orientação pedagógica 

      Promover a saúde mental para o enfrentamento dos novos desafios, durante e após a pandemia 

      Desenvolver habilidades sócio emocionais integradas as habilidades técnicas para a formação de um profissional integral alinhado ao contexto do novo mundo do trabalho 

      Apoiar no equilíbrio emocional x demandas 

      Fortalecer os canais de comunicação entre alunos e a FGV EESP 

      Apoiar no planejamento de carreira e na preparação para os processos seletivos 

      Como funciona o encontro de boas vindas? 

      O Encontro de boas-vindas, é para todos os alunos e alunas que ingressaram na EESP e são individuais. 

      Nele explicamos a programação do Skillslab e buscamos saber como podemos apoiá-lo nesta nova jornada. Cada aluno recebe um convite para o agendamento e após a sua confirmação, as psicólogas, Silmara e a Viviane fazem o agendamento para o encontro. 

      Coordenação

       

      Contato:  

      Se tiver alguma dúvida, nos envie um e-mail: karen.scavacini@fgv.br 

       

       

  • Profissional

    Atividades de Extensão

    • O que é? 
      A extensão, como atividade fim do curso, é o processo educativo, cultural e científico que articula, amplia, desenvolve e realimenta o ensino e a pesquisa, propiciando a interdisciplinaridade e viabilizando a relação transformadora entre o Ensino Superior e Sociedade. 

      Qual o objetivo?
      O curso de graduação desenvolve as atividades de extensão procurando sempre complementar com a formação e construção do conhecimento dos alunos ao longo da trajetória deles no curso de graduação, promovendo ações de extensão como cursos extracurriculares, eventos com profissionais do mercado e da academia e atividades interdisciplinares articuladas com o ensino e a pesquisa.

      Modalidades:
      Disciplinas curriculares: 10% da carga horária total de créditos do curso será cumprida por meio de atividades de extensão nas seguintes disciplinas: 
      Projetos I, Projetos II e Projetos III. 

      Programas e projetos de extensão: Cineclube, EESP Ensina, FGV Crypto, entre outros.

      Cineclube: projeto desenvolvido pelos alunos da graduação com o objetivo de promover e divulgar a ciência e a cultura para os jovens da EESP e para a comunidade em geral.

      EESP Ensina: projeto desenvolvido pelos alunos da graduação com objetivo de ensinar conceitos de economia para alunos do ensino médio.

      FGV Crypto: projeto social desenvolvido pelos alunos da graduação com o objetivo de educar e transmitir os conceitos fundamentais sobre criptomoedas e blockchain para alunos do ensino médio.

      Projetos I: os jovens realizarão apresentações dos trabalhos finais da disciplina para alunos do ensino médio, a fim de mostrar aplicações econômicas dos temas abordados para esse público. Também serão gravados podcasts com a mesma finalidade. Essas atividades serão desenvolvidas de forma articulada e sinérgica entre os jovens da EESP e a comunidade externa, sendo documentadas através de registros dos encontros e materiais produzidos, como os podcasts.   

      Projetos II: as apresentações finais serão realizadas para o público externo. As interações ao longo das aulas com profissionais de mercado que atuam nas diferentes áreas das ênfases (economia política, microeconomia aplicada, macroeconomia aplicada e engenharia financeira) também farão parte das atividades de extensão. Essas atividades serão documentadas através de registros das reuniões e das apresentações com a comunidade externa.   

      Projetos III: considerando que os alunos estarão nas diferentes ênfases, a ideia é através de parcerias da EESP com entidades públicas e privadas fazer o acompanhamento e apresentação final dos trabalhos que serão a solução de um problema real proposto por essas entidades. Essas atividades serão documentadas através de registros das reuniões e das apresentações com a comunidade externa.   
       

      Programa de Mentoria

      Catarina Barbosa

      catarina.jpg

      Catarina Barbosa | turma 2014

      Clara
      Chief of Staff ( Second . McKinsey) Jun /22 Atual

      • Fintech Mexicana com atuação no Brasil. Startup mais rápida a atingir o status de unicórnio na Améirica Latina
      • Desenvolvimento de pesquisas de mercado para definir estratégia;
      • Execução do plano estratégico e participação no desenvolvimento regulatório no Brasil

      McKinsey & Company
      Business Analyst Fev /20 Mai/22

      • Uma das principais consultorias globais
      • Atuação com análise de +1.000 Fintechs brasileiras buscando identificar potenciais parcerias ou aquisições para uma das maiores empresas de software do Brasil
      • Desenvolvimento de análises avançadas para empresa de telecom colombiana e atuação na transformação ágil de um dos maiores bancos da America Latina

      Johnson&Johnson
      Estágio/ Analista Júnior 2018 Dez/19

      • Multinacional de bens de consumo
      • Atuação como PMO de soluções de TI a implementação da nova interface de acompanhamento de vendas para as equipes comerciais
      • Desenvolvimento de modelos preditivos em Python para estimar vendas

       

      Da Yeon Choi

      da_yeon.jpg

      Da Yeon Choi | | turma 2014

      Itaú
      Analista Senior de Crédito – 2021/ Atual

      • Atuação na gestão e projeção de perdas com devedores duvidosos da carteira de crédito de atacado para toda America Latina;
      • Responsável pela definição da orientação do orçamento anual da holding

      Bain & Company
      Especialista de Information Services – 2018/2021

      • Uma das principais consultorias estratégicas globais
      • Atuação com pesquisas de inteligência de mercado nas indústrias de serviço financeiro e educação
      • Responsável por temas macroeconômicos e workshops com consultorias externas

      Itaú
      Analista de Crédito Corporate – 2018

      • Responsável pelo monitoramento e gestão da carteira de crédito do atacado (segmento Corporate). Desenvolvimento de novas métricas e score de crédito

      Estágio em Pesquisa Macro – 2017

      • Suporte na previsão de variáveis macroeconômicas e projetos de automação de processos

       

      Eduardo Lisboa

      eduardo.jpg

      Eduardo Lisboa | Turma 2014

      Grupo Boticário
      Especialista em Projetos de Expansão, Jan/20 Atual

      • Uma das principais empresas de cosméticos brasileira
      • Responsável pela gestão de projetos com foco em expansão do canal de venda direta
      • Desenvolvimento de análises de desempenho regional, estruturação de projeções e definição de orçamento anual para novos negócios

      LCA
      Consultor em macroeconomia, 2017 jan /20

      • Uma das principais consultorias econômicas do Brasil
      • Responsável por pesquisa e monitoramento do cenário macroeconômico brasileiro e internacional com foco no mercado de trabalho e balança comercial
      • Atuação na construção de reports, análises e projeções, além da automatização da base de dados

       

      Gabriel Queiroz

      gabriel.jpg

      Gabriel Queiroz | Turma 2014

      Artica
      Associate M&A – 2021/ Atual

      • Uma das principais boutiques de investment banking do Brasil, com atuação em captação, compra, venda e dívida
      • Atuação em projetos de buy e sell-side nas áreas de tecnologia, saúde, energia e varejo alimentar, com grandes empresas do Brasil

      Patria
      Associate Private Equity – 2018/2021

      • Principal fundo de investimentos alternativos da América Latina
      • Atuação em private equity na vertical de saúde tendo atuado na equipe de M&A da Elfa Medicamentos realizando transações de +R$300 MM
      • Desenvolvimento de nova tese de investimentos para vertical de saúde. Participação no deployment e takeover da empresa plataforma

      Quebec 
      Estágio em Equity Research 2018

      • Fundo de proprietário com ~ R$ 40,0 MM sob gestão, com investimentos em ações e empresas privadas na área de saúde e energia
      • Responsável pela avaliação e acompanhamento dos investimentos no mercado de ações nos segmentos de educação, saúde e agro food

       

      Leticia Munhoz

      leticia.jpg

      Leticia Munhoz | Turma 2014

      Patria
      Time de Investimentos em Infraestrutura, 2018 Atual

      • Principal fundo de investimentos alternativos da América Latina
      • Área de infraestrutura possui USD 4 B sob gestão
      • Atuação na análise de novos investimentos em
      • Infraestrutura atualmente no setor de Rodovias

      Winity Telecom
      Coordenadora de FP&A e Novos Projetos, 2019/2022

      • Empresa investida do Pátria Investimentos com foco infraestrutura Wireless do setor de Telecom
      • Em 2021, a empresa arrematou a faixa de 700MHz do leilão de frequências da Anatel
      • Atuação na aprovação da tese de investimentos e desenvolvimento do Business Plan da Winity

       

      Lucas Yamamoto

      lucas.png

      Lucas Yamamoto | Turma 2016

      GEF Capital Partners
      Associate Private Equity – 2019/Atual

      • Fundo pioneiro em investimentos sustentáveis no mundo
      • Atuação em private equity nas verticais de energia renovável, saneamento e soluções urbanas, auxiliando em construções de orçamento, captação de dívida, M&A proprietário etc.
      • Auxílio em desenvolvimento de novas teses, monitoramento das companhias e captação de novos fundos

       

      Maria Cecília Melo

      maria_cecilia.jpg

      Maria Cecília Melo | Turma 2014

      MAYA
      Fund Operations Manager, Mai/22 Atual

      • Fundo de Venture Capital focado em early estage
      • Ser o fundo líder no estágio com atuação na América Latina
      • Liderar projetos e atividades das atividades do fundo
      • Relação com investidores

      TERA
      Relação com Investidor, 2017 Mai/22

      • Multi-Family office responsável por fazer gestão dos recursos financeiros dos seus clientes
      • Iniciou como estagiária e se tornou sócia responsável pela área de Relação com Investidor
      • Responsável por fazer captação e manutenção do relacionamento com os clientes
      • Liderança em estratégias para a área

       

      Hully Rolemberg

      hully_rolemberg.jpg

      Hully Rolemberg | Turma de 2014

      Partner e Quant
      Daemon Investments, 2020/Atual

      • Desenvolvimento de estratégias de investimento baseadas em modelos matemáticos e implementadas usando algoritmos sistemáticos com foco no mercado global de derivativos.

      Mestrado Acadêmico em Economia EESP, 2019/2020

      • Pesquisa voltada para modelos econométricos sofisticados de previsão. Monitoria em disciplinas relacionadas à Finanças e Econometria nos cursos de graduação e pós-graduação.

      Itaú Asset Management 

      • Estágio em Pesquisa Macro, 2017/2018
      • Modelos de previsão do resultado das pesquisas eleitorais a partir de tracking via telefone, modelos de previsão de inflação de curto prazo e projetos de automação.

       

      As atividades de extensão serão coordenadas pelo professor Joelson Sampaiojoelson.sampaio@fgv.br

  • Tecnológico

    Campus Virtual

    • O Conheça o Campus Virtual da FGV EESP 
      Seguindo o seu ethos de inovação, desde 2022, a comunidade da FGV EESP tem um ambiente único para aprender, colaborar, produzir conhecimento, acompanhar seu desempenho acadêmico, visualizar documentos e materiais, se comunicar e acessar todos os serviços da escola.  

      Está na palma da mão,
      sem complicação e de forma intuitiva.  

      Oferecemos um ecossistema de aprendizagem e pesquisa onde integramos uma série de aplicativos, sistemas e serviços num só lugar no Teams Edu, que é a plataforma usada e com funcionalidades exclusivas para a FGV.    

      A Jornada do Aluno na FGV EESP se baseia em processos internos mais eficientes e uso de dados. 

      Também estamos avançando no uso de learning analytics para acompanhar o desempenho do discente ao longo das disciplinas, para melhor orientar, intervir e auxiliar. 

      Neste mesmo ambiente estão discentes, docentes e todo o staff da Escola de Economia de São Paulo. Tudo intuitivo, fácil e para acompanhar a sua Jornada na FGV EESP. 

      No vídeo você será guiado para o Campus Virtual da FGV EESP.  

          microsoftteams-image_6_0.png3_0.png    4_0.png5_0.png
      Acadêmico 
      Sua agenda de aulas, disciplinas, materiais de aula, programas dos cursos, área para chat com seus colegas e professores, área para colaboração e as mais avançadas ferramentas para entrega de atividades, caderno do One Note, Sharepoint e todos os aplicativos do ecossistema do Teams Edu. 

      Espaço Pessoal 
      Suas atividades acadêmicas ficarão organizadas de forma intuitiva e rápida. Cada aluno poderá criar seus grupos de estudo, seus arquivos e pastas compartilháveis usando os serviços da MS 365. 

      Serviços 
      Acesso rápido aos demais serviços da FGV: comprovante de matrícula, informações curriculares, agenda de aulas, vagas de estágio, eventos, notícias, editais para Bolsas de Pesquisa nos Centros de Estudos, Iniciação Científica, tudo num só lugar.

      Comunicação e Colaboração 
      Acesso direto e rápido a todas as áreas da FGV EESP, alunos, professores e colaboradores conectados em comunidades virtuais de forma direta e fácil. Com o app, basta ativar as notificações. De forma eficiente e mais acessível. 

       

       

      Perguntas Frequentes

      Como acesso? 

      Ao se integrar à FGV EESP você recebe um login e senha para acesso ao Campus Virtual.   

      Como está organizado o Campus Virtual?

      Todos os membros da comunidade FGV EESP estão neste espaço de colaboração, permitindo acesso rápido a todas as áreas da escola. Um verdadeiro aprendizado social mediado por tecnologia. O Campus Virtual está organizado em 4 grandes pilares: 

      Nesse ano de 2023 estão programados os seguintes serviços: avaliações automáticas dos professores, notas e espaço para feedback dos tutoriais para alunos e professores, e demais avaliações. Usando as ferramentas de Inteligência Artificial para acompanhar o desempenho acadêmico do aluno e orientá-lo ao longo do curso.  

       

Pró-Saúde

  • Pró-Saúde

Receba as notícias da FGV EESP

A A A
Alto contraste